Os Donos de Hollywood no Brasil Part.2

Ao conversar com Risa sobre o ofício e profissão dos agentes em Hollywood, bem como os pesos e responsabilidades específicos de ser uma das mais conceituadas agentes da indústria cinematográfica, ela afirmou que “A maior responsabilidade do agente é procurar trabalhos para nossos clientes e negociar seus contratos. Um dos aspectos mais desafiadores é tentar encontrar material excelente para meus clientes diretores, mas é incrivelmente recompensador quando você lê um grande roteiro e seu cliente quer fazer aquele filme! Com relação à nomes como Spielberg e Ron Howard, é desafiador encontrar material que esteja à altura de seus legados, mas o bacana é que, quando eles querem fazer algo, geralmente acontece.” Perguntei também à Risa Gertner se é comum que as relações entre agente e cliente não fiquem apenas na alçada profissional, ou seja, se os agentes criam laços pessoais de amizade ou assumam a postura de “conselheiros” e ela responde que “Sim. Os agentes precisam vestir muitos chapéus. Definitivamente é importante fazer o essencial, ler roteiros, retornar ligações, fazer o cover de projetos, mas também é importante dar ouvidos aos seus instintos e buscar saber o que é correto para cada cliente.” No final do nosso bate-papo, Risa ainda salientou que a característica mais fundamental para uma boa relação entre agente e cliente é confiança, e estimulou novos diretores a fazerem seus filmes e novos roteiristas a escreverem o máximo possível!

Já com Andy Meyer, nossa conversa girou mais ao redor do re-lançamento do “Clube Dos Cinco” , fato que parece animar demais o produtor! Andy começou afirmando que “Clube Dos Cinco é um filme que transformou-se em ícone de várias gerações.  Ainda há festas temáticas baseadas no filme e a trilha sonora ainda toca em rádios e clubes. O filme nunca deixou de fato nossa cultura, então trazê-lo de volta após 30 anos foi uma decisão bastante simples. Foi também o filme mais fácil que realizei em toda minha carreira já que todos iam trabalhar diariamente no mesmo lugar (o filme inteiro acontece numa biblioteca que a Universal Studios construiu dentro do ginásio de uma escola). Contamos com os melhores profissionais de Hollywood para esse projeto junto à John Hughes e aos atores que, aliás, colocamos em um hotel por um mês inteiro antes da gravação, dessa forma, quando o elenco chegou no set era como se fossem realmente colegas de escola. Eles completavam uns as frases dos outros. Foi fantástico.” Com relação às diferentes reações do público de hoje comparados ao público de 30 anos atrás, Andy comenta “Quando o filme foi lançado a personagem mais popular era Judd Nelson, o bad boy. Hoje em dia, eu aposto que o mais popular é o personagem de Anthony Michael Hall. Os nerds estão dominando, basicamente! Dizem que se o Clube Dos Cinco fosse filmado nos dias de hoje, as personagens ficariam apenas em seus smartphones e no twitter ao invés de interagirem umas com as outras. Somos uma sociedade divinalmente conectada, e a personagem de Anthony Michael Hall é mais próximo dessa realidade do que o cara durão. Acho que também é seguro afirmar que nenhum outro cineasta conseguiu compreender os adolescentes tanto quanto John Hughes. Se você assistir seus outros filmes e perceber o tema recorrente de jovens contra seus pais, verá que nenhum outro diretor se relacionou tanto com isso como John. Veja, por exemplo, Curtindo a Vida Adoidado, A Garota de Rosa Shocking e Gatinhas e Gatões.”

Vale mencionar ao leitor que não apenas Risa Gertner e Andy Meyer (bem como outros convidados) estiveram no Brasil do dia 27 de Julho ao dia 2 de Agosto de 2015 para o Festival Internacional de Cinema e Atuação Instituto Stanislavsky no Latin American Film Institute (LAFilm) ministrando palestras e workshops, como também a nova versão remasterizada digitalmente do Clube Dos Cinco foi exibida pela primeira vez em solo brasileiro durante o festival! Para aqueles que amam, estudam e fazem cinema, é sempre uma oportunidade incrível.

Tristan e Amanda

TRISTAN ARONOVICH e AMANDA MAYA são atores e cineastas premiados internacionalmente. Um de seus filmes mais recentes, “Alguém Qualquer”, foi finalista para representar o Brasil no Oscar® 2016. Suas produções foram compradas e exibidas pela SONY, FOX, FX, WARNER, PARAMOUNT, TURNER, PRIME BOX BRAZIL dentre outros. Atualmente residem em Los Angeles e dirigem o Latin American Film Institute (LAFilm).

Website: http://www.cinemapro.com.br

2 Comentários

  1. Sérgio Mib

    oiee sou o sergio … queria saber como que que funciona ? estou perdido …

    • Olá Sérgio,
      Desculpa, mas não entendemos a sua pergunta. Você quer saber como funciona exatamente o que?
      Um grande abraço
      Amanda e Tristan

Deixe uma resposta para Sérgio Mib Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *